NOTÍCIAS

In:

Pesquisa aponta estabilidade na confiança do empresário maceioense

Por Redação com Fecomércio

Após dois meses seguidos de alta das expectativas dos empresários do Comércio Varejista maceioense, o indicador estabilizou. É o que aponta a pesquisa de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), em abril deste ano, realizada pelo Instituto Fecomércio, em parceria com a Confederação Nacional do Comércio (CNC). Segundo o levantamento, a Páscoa, como movimenta poucas cadeias do Comércio, não foi suficiente para levar a um aumento na expectativa. No entanto, as expectativas para os meses seguintes projetam recuperação da confiança alavancada por datas comemorativas, a exemplo do Dia das Mães.

Em termos de contratação, o mês de março – último mês disponibilizado para análise – aponta saldo positivo nas contratações do Comércio e do setor de Serviços. O primeiro gerou 31 postos de trabalho. “Se compararmos com o mês de março do ano passado, o setor havia demitido 236 trabalhadores. Já o setor de Serviços contratou 191 pessoas (saldo líquido) e no mesmo mês do ano passado, encerrou 556 postos de trabalho. Saldo animador, que aponta não uma retomada, mas uma reposição dos postos de trabalho que estavam ociosos”, explicou o assessor econômico da Fecomércio, Felippe Rocha.

Para o economista, além do Dia das Mães, a Copa do Mundo também contribuirá para o setor, pois a indústria brasileira de televisores indica que a produção da zona franca está alta e acelerada. “Os consumidores se reposicionam trocando seus televisores antigos por novos. Tem ainda a movimentação em bares e restaurantes, que permite uma movimentação em cadeia de Comércio e Serviços”, disse.

A pesquisa aponta que no curto prazo houve redução da confiança do empresário, pois percebe uma economia ainda patinando, sem direcionamento, e uma movimentação do Comércio maceioense estável. Dessa forma, O indicador de confiança sobre as condições atuais do Empresário do Comércio reduziu em 2,2% em relação ao mês de março.

Mesmo assim, as expectativas do empresário do comércio apontam alta de 0,6%, indicando maior confiança na recuperação da economia brasileira, com alta de 1,81% frente ao mês anterior. E também uma melhora no faturamento das empresas de comércio varejista de Maceió, com alta de 0,88%.

Já o indicador de investimentos dos empresários do comércio apresentou leve retração de 0,74%. Embora o indicativo de contratação de funcionários tenha aumentado 3,67%, o que demonstra a organização do setor para recepcionar a elevação da demanda para o mês das mães. Fato que não foi compensado pelo nível de investimento das empresas, que caiu 5,02%.

O Instituto Fecomércio entrevistou 189 empresários do setor, em Maceió, nos últimos 10 dias de março. A pesquisa completa está disponível no endereço www.fecomercio-al.com.br/instituto

Compartilhe:

Comente no Facebook

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com